Way-306 reutiliza mais de 17.000 pneus na pavimentação e recuperação da MS-306

Categoria: Sem categoria | Publicado: terça-feira, abril 5, 2022 as 12:39 | Voltar

O pneu possui papel fundamental na vida de todos nós. Entretanto, quando se tornam inservíveis, acarretam uma série de problemas sanitários e ambientais. E para amenizar esse problema, a Way-306 vem adotando a técnica de Tratamento Superficial Duplo com Asfalto-Borracha (TSD), um método que utiliza a adição de borracha triturada desses pneus ao asfalto utilizado na execução de obras de recuperação de pavimento.

Além de ecologicamente correto, o asfalto-borracha melhora o desempenho do pavimento, retarda o aparecimento de trincas, diminui os custos operacionais e garante uma durabilidade maior que o asfalto comum, dependendo da intensidade do tráfego de veículos da rodovia.

Só no ano passado, mais de 17.000 pneus que seriam descartados foram utilizados na recuperação de 59 quilômetros de pavimento na MS-306, onde a equipe de engenharia aplicou a técnica de Tratamento Superficial com Asfalto-Borracha (TSD). O método também foi utilizado com o objetivo de impermeabilizar quase todo o trecho da rodovia sob concessão, totalizando 179 quilômetros.

Na recuperação de trechos da rodovia foram aplicadas 21.300 mil toneladas de massa asfáltica para recomposição e fresagem.

A técnica do TSD com borracha é indicada para ser utilizada em pavimentos trincados por oxidação e tem várias vantagens: rejuvenescimento do pavimento, alta flexibilidade, redução de reparos localizados, além de impermeabilização e selagem de trincas, os principais objetivos da Way-306 no uso do TSD.

 O uso desta nova tecnologia na recuperação do pavimento garante maior durabilidade do pavimento e aderência do veículo ao solo além de mais eficácia na frenagem. Outro ponto positivo é a redução do passivo ambiental causado pelo descarte inadequado dos pneus, o que compromete a saúde pública.

 Outra técnica adotada pela Way-306 é a utilização do material proveniente da fresagem do pavimento na construção de 42 km de acostamento. Só em 2021, foram utilizados 11.600 m3 desse material em 85% das obras de implantação acostamentos.  É mais uma contribuição da Concessionária para o Meio Ambiente, já que deixou de utilizar boa parte do material proveniente das pedreiras, usadas para extrair das rochas material para a construção civil.

 “Os resultados dos primeiros quilômetros restaurados comprovaram que essas alternativas representam em ganho para o meio ambiente,” declara o gerente de engenharia da Way-306, Alexandre Siqueira.

 Levar mais conforto e segurança aos usuários que passam pelo nosso trecho é a meta da equipe da Way-306. Todos juntos trabalhando por um novo caminho!

 Sérgio Luccas- Way-306    

Publicado por: Carolina Peixoto dos Santos

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.