Abertura de empresas em Mato Grosso do Sul bate recorde pelo segundo ano consecutivo

Categoria: Sem categoria | Publicado: segunda-feira, janeiro 23, 2023 as 16:40 | Voltar

A Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado à Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), registrou a abertura de 9.602 empresas no exercício de 2022. O número está 3,55% acima do registrado em 2021, quando o Estado ganhou 9.273 novas firmas.

Além disso, esse é o segundo recorde consecutivo da série histórica, demonstrando uma retomada consistente do crescimento após a pandemia de covid-19 e vigor consolidado da economia sul-mato-grossense. Com 6.587 empresas, o setor de Serviços foi preponderante, representando mais de dois terços (68,6%) do total.

Em seguida aparece o Comércio com 2.600 (27,08%) e a Indústria vem em terceiro, tendo registrado 415 novas firmas (4,32%) em 2022. Na distribuição regional, os maiores municípios lideram a atração de negócios, com destaque para Ribas do Rio Pardo que figura na oitava colocação (empatado com Maracaju).

Campo Grande, capital do Estado e maior cidade, registrou a maior movimentação do setor com 4.074 novas empresas no ano, ou 42,43% do total. "Esses números são fruto de um trabalho voltado ao desenvolvimento. Um dos nossos pilares é justamente um Mato Grosso do Sul próspero, esse é o caminho para o futuro", diz o governador Eduardo Riedel.

"Procuramos sempre incentivar, fomentar os negócios em Mato Grosso do Sul. Fazer a roda girar é o que faz crescer o número de empregos, geração de renda e traz melhoria para todos, traz desenvolvimento social", completa o governador.

Linha de trabalho

Medidas de incentivo e proteção dos negócios adotadas pelo Governo de Mato Grosso do Sul durante a pandemia de covid-19 foram importantes para preparar a retomada do crescimento econômico local no período seguinte à crise.

A dilatação dos prazos para pagamento de financiamentos e de impostos, tratativas com as empresas para manter os postos de trabalho, garantia de circulação das mercadorias e revisão de alíquotas foram algumas medidas adotadas durante a pandemia. Assim, Mato Grosso do Sul foi o estado que conseguiu obter o maior índice de crescimento.

"É um dos estados que mais recebe investimentos privados, isso graças à política de incentivos do Governo e também devido aos investimentos públicos feitos em setores estratégicos para o desenvolvimento. Esse conjunto faz com que Mato Grosso do Sul registre recordes na abertura de empresas e tenha um crescimento substancial no PIB (Produto Interno Bruto)", comenta o secretário da Semadesc, Jaime Verruck.

Paralelo a isso, a Junta Comercial aprofundou as transformações tecnológicas que possibilitaram a migração de todos seus serviços para a plataforma digital, conferindo agilidade, segurança e simplicidade nos procedimentos por parte dos usuários.

Entre os exemplos citados pelo diretor-presidente da Junta, Augusto Castro, estão a modernização dos serviços, o registro automático de empresas mercantis, em que possibilita ao usuário, utilizando os modelos padrões disponíveis no sistema e após o preenchimento da documentação, como assinatura digital e demais procedimentos automáticos, a imediata emissão do CNPJ da empresa.

Nyelder Rodrigues, Comunicação Governo de MS
João Prestes, Comunicação Semadesc

Foto de capa: Saul Schramm

Publicado por: Carolina Peixoto dos Santos

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.